Costumes locais da Jordânia: o que fazer ou não fazer no destino

Ao conhecer outro país, é interessante aprender alguns comportamentos comuns do lugar, para evitar mal entendidos, situações embaraçosas e poder fazer uma imersão mais completa na cultura e rotina daquela sociedade. O que você sabe sobre os costumes locais da Jordânia? Conheça abaixo algumas dicas do que fazer ou não no destino.

Ao conhecer pessoas novas, levante-se para cumprimentá-las e aperte suas mãos – saiba que mulheres vestidas com véus mais conservadores podem não retribuir o gesto. Não se preocupe se um conhecido lhe der um beijo nas bochechas ao cumprimentá-lo, pois os árabes tradicionalmente se beijavam nas duas bochechas como um gesto caloroso de boas-vindas e carinho. Também esteja ciente de que os árabes costumam ficar mais próximos ao conversar do que pessoas do Ocidente.

Em um restaurante, dê uma gorjeta de aproximadamente 10% aos garçons, a menos que a taxa de serviço esteja incluída na conta total. Ao estender sua xícara, é um sinal de que você gostaria de mais café, caso contrário, agite a xícara de um lado para o outro para recusar o refil.

A comida é normalmente usada pelos jordanianos para expressar sua hospitalidade e generosidade. Eles são por natureza pessoas muito hospitaleiras e, muitas vezes, apresentam em poucos minutos um convite para visitar uma casa local. Não importa quão modestos sejam, os jordanianos têm orgulho em oferecer muita comida aos seus visitantes. Um ‘convite jordaniano’ significa que você não deve levar nada, e sim comer tudo. Este convite é seguido pela popular frase em árabe “Sahtain wa ‘Afiya”. Então não se sinta desconfortável se seu anfitrião insistir em “superalimentá-lo” durante uma refeição. Também aceite quando o café árabe lhe for oferecido, pois é um sinal de hospitalidade.

Ao fazer compras leve muitos trocados com você, pois jordanianos geralmente não possuem troco. Lembre também de negociar ou pechinchar com os comerciantes locais.

Em relação à locomoção no país, ofereça seu assento para idosos e mulheres no transporte público. Ao pegar um táxi, é um sinal de respeito dos homens sentarem-se no banco da frente. Já para as mulheres é o contrário e o ideal é sentarem-se no banco de trás. Arredonde o pagamento da tarifa de táxi até o décimo mais próximo ao pagar o motorista e não se sinta obrigado a dar gorjeta, pois não é necessário – mas certamente é apreciado. Evite também bater a porta do táxi com força.

Ao explorar as áreas públicas do país, vista-se de maneira mais conservadora e não interrompa ou passe na frente de um muçulmano que está orando em um local público. Sobre bebidas alcoólicas, sinta-se livre para consumir álcool nas áreas apropriadas, pois está amplamente disponível em bares e hotéis em toda a Jordânia e também pode ser comprado em supermercados.

O Ramadã é um mês sagrado, reservado ao jejum, piedade e generosidade, cujas datas variam de acordo com o calendário lunar islâmico. Durante o Ramadã, o álcool não é vendido, exceto em hotéis maiores. Fumar, comer e beber em público é proibido durante o dia. Como sinal de respeito, os visitantes também devem evitar essas atividades em público durante o horário de jejum.

Para mais informações sobre a Jordânia, acesse www.visitjordan.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *